terça-feira, junho 06, 2006

Porque é que o tempo passa?
Porque é que envelhecemos?
Porque é que percebemos que as nossas vidas se esgotam dentro do nosso corpo?
Porque não podemos sentir o cheiro da chuva na terra seca sempre?
Ou da relva acabadinha de cortar?
Porque é que não podemos sentir o gosto do Natal tal como em criança?
Porquê a vontade de chorar ao perceber que um pouco de nós se vai com a pessoa que amamos quando parte?
Para onde foi ela?
Porque é que não podemos ir juntos e ter a certeza de que a felicidade continuará?
Porque é que não podemos ser eternos como estamos?
Um dia, antes de chegar a minha vez de partir, gostaria de ter a resposta a todas estas perguntas.
Talvez sejamos demasiado pequenos para entender o ciclo da vida ou talvez passemos demasiado tempo em busca de explicações...
Por vezes confusas, por vezes tão claras...
Gostaria de sentir novamente a alegria de abraçar as pessoas que amo e que deixaram este mundo.
Sinto falta delas.
Gostaria de poder continuar a abraçar as que ainda estão comigo, pois também sinto falta delas.
Assim esta luta seria menos árdua.
Talvez assim não sentiria tanto a falta dos natais, das alegrias, dos sorrisos e do cheiro da chuva na terra seca...

1 devaneios:

Benny disse...

sorry tanto tempo sem dizer nada :s
sinto que me faltam as palavras para escrever, tanto para mim como para os outros, ou mesmo para comentar o que quer que seja.
anyway...
o tempo que corre, a vida que segue o seu rumo (muitas vezes em direcção ao vazio)...dá mesmo para levantar boas questões tais como as que propuseste.
É impressionante a forma como algumas pessoas nos tocam...ou certos olhares...ou mesmo aquele lugar em especial, aquele cheiro em específico que também referiste...são momentos que, por mais que o tempo nos consuma, jamais nos fará esquece-los.
Todos nós andamos aqui com os dias contados.gostava de daqui a uns 20, máximo 30 anos ( o equivalente à minha esperança média de vida se continuar assim ;))voltar atrás no tempo e rir-me de tudo isto...até porque estes 20 anitos nao passam de um inicio...
mas...um inicio de quê?

rrrrrrrr

beijins
parabéns pelo novo visual do blog...substituindo o azul pelo verde ficava perfeito :p