quinta-feira, junho 15, 2006

..:CATHARSIS/Sentimentos:..

Catarse é acordar e olhar em frente

e ao deitar querer voltar atrás
É acreditarmos na verdade como se mente
e esquecermos como se é capaz
É sentirmos-nos bem na cama
sentirmos-nos bem no mundo
É ansiarmos como se ama
como se o tal dia fosse um segundo
É devorarmos a vida
e querermos a morte
ouvirmos a razão contida
e jogarmos sem sorte
É cantar até não poder mais
até que o silencio nos ensurdeça
talvez respirar demais
e esperar que tudo desapareça
É sorrir e acharmo-nos bonitos
e depois partir o espelho
dançarmos por entre sonhos e conflitos
e nunca pedir um conselho
É suplicar para que alguém nos queira
e nunca sermos de ninguém
por vezes o abismo não tem beira
quando esperamos pelo que não vem
É termos muita força
e vencermos cada batalha
mesmo que não se possa
É ter de aceitar uma falha
É criarmos as nossas regras
e sabermos quando esquecer
É calarmos como pedras
simplesmente porque tem que ser
É não nos desiludirmos conosco
e gostarmos de todos os que nos querem
escondermos a nossa vida num frasco
para que um dia se lembrem
Que catarse é não ter tudo
e querer nada
É mais um grito mudo
de outro conto de fada!
© Zé Manuel (Fingertips)

1 devaneios:

patricia disse...

gosto particularmente deste é mt giro!! cm gosto particularmente mt d ti:)