sábado, março 18, 2006

Quero roubar-te a alma...

Por isso te devoro o corpo
Querendo encontrá-la
Querendo agarrá-la
Em algum canto secreto
Que a minha mão ainda não tocou
Em algum canto secreto
Que a minha boca ainda não beijou

Então prendo-te nos braços
Saboreando aos pedaços
Respiro na tua boca
Perguntando na tua língua
Onde guardas a alma
Que ainda não a vi?
E tu respondes sorrindo
Apertando-me nos braços
Depois do grito final
Depois da entrega total
Depois do grito final

- Não a tenho. Está em ti.

3 devaneios:

Challenge disse...

Os Labios da imagem sao lindos.
O poema ja o tinha lido, tmb é lindo.
gostei, boa escolha!

Benny disse...

nice lips, i wish i could... :) :)
tens jeito pra coisa tu
bons posts
nao caias é na tentação de tornar isto muito "pesado". de vez em quando tens que aliviar aqui a mente de nós leitores, um pouco de pdp percebes, como por exemplo:

"Se o Mário Mata,
a Florbela Espanca,
o Armando Gama
e o Jorge Palma,
o que é que a Rosa Lobato Faria?"

beijins

Anónimo disse...

Hum... sua ladra queres roubar a alma a quem hã? Hihihihi agora a sério, acho que o poema tá excelente. Apesar de quem o escreveu parecer estar um pco desesperado... muito lindo.
E a imagem tb tá muito fixe com o poema... já que a alma não tem imagem :D